• Facebook ícone social

© 2014. Zaccariotto Produções - Núcleo Educacional. Todos os direitos reservados.

Programa completo:

Curso de Formação

e Capacitação de Mediadores

e Conciliadores Judiciais

e Extrajudiciais

Curso de Formação e Capacitação de Mediadores e Conciliadores Judiciais e Extrajudiciais

 

(de acordo com a Resolução 125/10  do CNJ e Emendas 1/13 e 2/16)

 

APRESENTAÇÃO

 

REALIZAÇÃO: Zaccariotto Produções – Z Núcleo Educacional, habilitada no NUPEMEC ( Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Resolução de Conflitos) do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, sob nº 157044/2014

 

COORDENAÇÃO GERAL: Cinthia Maria Zaccariotto Ferreira, sócia-proprietária da empresa Zaccariotto Produções / Z Núcleo Educacional, instrutora e supervisora de Mediação e Conciliação do CNJ.

CORPO DOCENTE: professores, doutores, instrutores e supervisores certificados pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

CERTIFICAÇÃO: Haverá emissão de certificado de conclusão de curso pela entidade acima habilitada, após a apresentação, pelo aluno, dos comprovantes de estágios – 60 horas -  no prazo de até um ano após a conclusão da parte teórica, apurados 100% de presença às aulas. Os estágios poderão ser realizados em todos e quaisquer CEJUSCs do Estado de São Paulo, setores de conciliação dos Foruns e outros locais onde se pratica a conciliação e/ou mediação com conciliadores capacitados e nomeados pelo TJ ( Tribunal de Justiça).

A QUEM SE DESTINA: O curso destina-se à profissionais de todas as áreas do conhecimento, maiores de 21 anos, interessados em atuar como conciliadores e mediadores judiciais, ou que exercem atividade profissional , direta ou indiretamente, perpassada pela complexidade das relações humanas e que pretendam ampliar suas ferramentas para lidar com situações de impasse, compreender a dinâmica dos conflitos e conduzir os envolvidos a uma solução que atenda os interesses de todos.

OBJETIVO GERAL: Transformar a postura da cultura do litígio em cultura de paz, na medida em que o curso revela a importância da mediação e conciliação, tendo por base a Resolução 125/10, Emendas 1/13  e 2/16 do CNJ, Lei 13.140 e as alterações do novo CPC.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Possibilitar aos participantes a aquisição de conhecimentos básicos, teóricos e práticos, que os habilite a intervir em situações conflituosas, utilizando como instrumentos a conciliação e a mediação; favorecer a profissionalização; estimular o aprimoramento constante.

IMPORTÂNCIA: Fomento ao debate sobre novos paradigmas e pacificação da sociedade.

METODOLOGIA: aulas presenciais, interativas e expositivas, que envolvem: projeções, jogos, dinâmicas, técnicas de simulação de casos e exercícios para fixação dos conceitos aprendidos. A seguir, estágios de observação e atuação em casos reais, com apresentação de relatórios que versem sobre as situações vivenciadas.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO: Assiduidade( 100% de presença); participação nas aulas, prova final, relatórios dos estágios realizados.

 OUTROS INSTRUMENTOS: Estágio supervisionado.

Contato e inscrições:

Cinthia

(11) 99940-7755

contato@znucleoeducacional.com.br

OBS: o curso somente terá início ao atingir 20 inscrições. Caso não tenhamos número suficiente, o curso poderá ser adiado e se não vier a ocorrer a empresa fará, aos inscritos, a devolução de valores pagos.

No caso de desistência por parte do aluno, os valores não serão devolvidos.

PROGRAMA

 

Módulo I -Teórico

Módulo II - Prático

Total: 100 (cem) horas, distribuídas em  40hs/aulas teóricas e 60hs de estágio supervisionado.

Aula 1

Roda de conversa e construção de contexto: apresentação do curso e seus conteúdos; apresentação dos alunos, suas narrativas e expectativas práticas.

Comunicação não Violenta: exibição de slides apresentando preceitos básicos, fundamentos, importância, os quatro componentes, violência ativa e violência passiva, comunicação não violenta e mediação de conflitos.

AULA  2

Políticas Públicas - Panorama histórico dos métodos consensuais de solução de conflitos Legislação brasileira/ Projetos de lei. Lei dos Juizados Especiais. Resolução CNJ n. 125/2010. Novo CPC, Lei de Mediação (13.140/15)/ A Política Judiciária Nacional de tratamento adequado de conflitos/ Objetivos: acesso à justiça, mudança de mentalidade, qualidade do serviço de conciliadores e mediadores./Estruturação: CNJ, Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos e CEJUSCs/ A audiência de conciliação e mediação do novo CPC/ Capacitação e remuneração de conciliadores e mediadores/ Métodos de Solução de Conflitos/ Cultura de Paz: Panorama nacional e internacional/ Autocomposição e Heterocomposição/ Prisma (ou espectro) de processos de resolução de disputas: negociação, conciliação, mediação, arbitragem, processo judicial, processos híbridos.

AULA 3

Teoria da Comunicação: Axiomas da comunicação/ Comunicação verbal e não-verbal / Escuta ativa/ Comunicação nas pautas de interação e no estudo do interrelacionamento humano: aspectos sociológicos e aspectos psicológicos/ Premissas conceituais da autocomposição.

Conflito e Moderna Teoria do Conflito: Conceito e estrutura/ Aspectos objetivos e subjetivos/ Aspectos de diferenciação entre ambas/ Rapport: Estratégias de estabelecimento de Rapport, transformação de adversários em parceiros, comunicação efetiva. 

Dinâmicas: para entendimento das teorias apresentadas; exibição de videos ilustrativos e contextualizantes.

AULA  4 

Teoria dos Jogos – Conceito e aplicabilidade.

Negociação: - Conceito/Integração e distribuição do valor das negociações/ Técnicas básicas de negociação (a barganha de posições; a separação de pessoas de problemas; concentração em interesses; desenvolvimento de opções de ganho mútuo; critérios objetivos; melhor alternativa para acordos negociados)/ Técnicas intermediárias de negociação;

 Dinâmicas: exibição de vídeos, exemplificação e simulação de uma negociação bilateral (fictício).

Aula 5

Conciliação: definição, conceito e filosofia/ Conciliação judicial e extrajudicial/ Etapas (planejamento da sessão, apresentação ou abertura, esclarecimentos ou investigação das propostas das partes, criação de opções, escolha da opção, lavratura do acordo)/ Finalização da conciliação: formalização do acordo; dados essenciais do termo de conciliação (qualificação das partes, número de identificação, natureza do conflito...); redação do acordo: requisitos mínimos e exequibilidade; encaminhamentos e estatística.

Dinâmicas: Declaração de Abertura: características pessoais e treinamento; exibição comentada de vídeo simulação de uma conciliação.

Aula 6

Mediação: definição, conceito e filosofia/ Princípios norteadores/ Mediação judicial e extrajudicial/ Etapas do procedimento – Pré-mediação e Mediação propriamente dita (acolhida, declaração inicial das partes, planejamento, esclarecimentos dos interesses ocultos e negociação do acordo)/ Técnicas ou ferramentas (rapport, recontextualização -resumo-, identificação das propostas implícitas, legitimação, formas de perguntas, escuta ativa, produção de opções, acondicionamento das questões e interesses das partes, teste de realidade ou reflexão,  co-mediação -  multidisciplinar, por afinidade, gênero, complementariedade e revezamento).

Dinâmicas: estimular a formulação de perguntas; exercícios para identificar posições, interesses e sentimentos, exemplos de reenquadre ou recontextualização.

AULA 7

Interdisciplinaridade da mediação: Conceitos das diferentes áreas do conhecimento que sustentam a prática: sociologia, psicologia, antropologia e direito/ Modelos de Mediação: A Escola de Harward, Modelo Transformativo, Modelo Circular-Narrativo.

O papel do mediador e sua relação com os envolvidos no procedimento: os operadores do direito (o magistrado, o promotor, o advogado, o defensor público, etc) e a conciliação/mediação/ Técnicas para estimular advogados a atuarem de forma eficiente na conciliação/mediação/ Contornando as dificuldades: situações de desequilíbrio, descontrole emocional, embriaguez, desrespeito. 

Qualidade em Mediação: técnica, ambiental, social e ética.

Código de Ética/ Qualidades de um mediador - O terceiro facilitador: funções, postura, atribuições, limites de atuação.

Dinâmica: simulação de uma coconciliação (processual) cível ou familiar com observância do código de ética.

AULA 8

Áreas de utilização da mediação: empresarial, condominial, familiar, civil, escolar, comunitária, justiça restaurativa.

Mediação Familiar: conceito, escopo, âmbito de atuação do mediador familiar, ambientes para a prática, preceitos básicos da teoria sistêmica, mediabilidade, indicadores de estabilidade, alienação parental.

Dinâmica: simulação de uma co-mediação familiar

AULA  9

Aula prática: realização de simulações de conciliações e mediações de modo que todos os alunos participem de um exercício.

Exibição de vídeo de uma mediação completa, com análise, passo - a - passo, do procedimento. Identificação de etapas e ferramentas da mediação.

AULA 10

Orientação de estágios - leitura em conjunto das orientações de estágios; entrega aos alunos dos modelos de relatórios e controle de estágios, elucidação de todas as questões a respeito destes, conferência de entendimento a respeito da postura do aluno diante das vivências nos estágios. 

Dinâmica: aplicação de exercícios simulados onde os alunos- observadores deverão preencher seus relatórios, como se fora uma observação real e proceder à leitura dos mesmos ao término da smulação; adequação de resultados; todos os alunos deverão passar pela experiência proposta.

Encerramento

 

SUPERVISÃO DE ESTÁGIOS

Obs 1: a supervisão das 60 horas de estágios e suas modalidades (conciliação: observação, coconciliação e conciliação – Mediação: observação, comediação, mediação) ficará a cargo da coordenação do curso que nomeará supervisor(a).

Obs 2: previamente os alunos receberão textos preparatórios referentes aos assuntos abordados em aula.

Obs 3: o programa poderá sofrer alterações em virtude das necessidades de agenda de professores ou qualquer imprevisto.